FANDOM


S1 Lucifer title card

Lucifer é uma série de televisão na rede FOX. É baseado em uma série de histórias em quadrinhos de mesmo nome, publicada pela editora da DC Comics, Vertigo. A série foi escolhida em 9 de maio de 2015 e começou a ser exibida na TV em 2016.[1]

O personagem Lucifer Morningstar foi originalmente criado pelo escritor Neil Gaiman como parte de sua série Sandman em 1989. Mike Carey escreveu uma série spin-off intitulada The Sandman Presents: Lucifer em 1999, então escreveu uma série solo de Lucifer para 75 volumes que terminaram em 2006.

A série de TV tem uma premissa similar à dos quadrinhos. Ambos descrevem um Lúcifer que voluntariamente abdicou do seu trono no Inferno e tomou posse de uma discoteca chamada Lux em Los Angeles. O quadrinho lida com as questões teológicas que Lúcifer levanta quando desafia o deus judaico-cristão, especificamente as do livre-arbítrio e da predestinação. A série de TV segue Lucifer, que decide ajudar a detetive do LAPD, Chloe Decker, a resolver homicídios para sua própria diversão.

A primeira temporada estreou em 25 de janeiro de 2016 e teve seu último episódio exibido em 25 de abril de 2016. A FOX renovou a série em 7 de abril de 2016 para uma segunda temporada. A segunda temporada estreou na segunda-feira, 19 de setembro de 2016.[2] Em 13 de fevereiro de 2017, a FOX anunciou que Lucifer retornaria para uma terceira temporada.[3][4]

Em 11 de maio de 2018, a FOX cancelou a série,[5] mas em 15 de junho de 2018, a Netflix adquiriu os direitos da série para uma quarta temporada.[6] Em 7 de junho de 2019, a Netflix anunciou a renovação da série para uma quinta temporada, que será a última temporada para Lucifer.[7]

Reações do Cancelamento

Smallwikipedialogo Esta página utiliza conteúdo de um artigo no Wikipédia. A lista de autores pode ser vista no histórico da página. O texto do Wikipédia está disponível tanto no licenciamento Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License quanto no licenciamento GNU Free Documentation License.

Em 11 de maio de 2018, após o cancelamento da série, o produtor executivo Joe Henderson indicou que o final da terceira temporada não se destinava a ser um final da série e que apresentaria um "enorme suspense" que impedia a Fox de cancelar a série. Os fãs se reuniram no Twitter e #SaveLucifer logo se tornou o tópico de tendências número 1 em todo o mundo com a hashtag sendo usada aproximadamente 1 milhão de vezes naquele dia. No dia seguinte à campanha #SaveLucifer, uma segunda hashtag, #PickUpLucifer, também passou um tempo como uma tag de tendência mundial, e retornou para os cinco primeiros durante o final da temporada, de acordo com o showrunner Ildy Modrovich, a tag chegou a 1 milhão mais tarde naquele dia. Uma petição online também começou a circular visando a renovação de Lúcifer para a 4ª temporada em uma nova rede. A Warner Bros. Television subsequentemente começou a comprar a série em torno de serviços a cabo e de streaming premium.

Em 15 de junho de 2018, a Netflix adquiriu os direitos autorais da série para produzir uma quarta temporada. O penúltimo episódio da quarta temporada é intitulado "Save Lucifer" em homenagem à campanha.

Elenco

Referências

Este artigo utiliza conteúdo de uma página da Lucifer Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.